05 fevereiro 2015

ALTAS DO ZOOPLÂNCTON MARINHO E ESTUARINO DA COSTA ATLÂNTICA

Autores: FERNANDO MORGADO; LUÍS R. VIEIRA; PEDRO RÉ & AMADEU SOARES
Editora: AFRONTAMENTO

Há cerca de três décadas que os autores deste atlas se dedicam ao estudo do plâncton marinho e estuarino. Embora as abordagens temáticas tenham sido diversificadas, com significativas mudanças e evoluções científicas e tecnológicas, a identificação taxonómica e os guias de identificação continuam a ser áreas de impulso para todos os projetos biológicos e oceanográficos, especialmente aqueles que lidam com estudos de base relativos à ecologia, biologia e poluição marinha. Profissionais e estudantes de pós-graduação procuram constantemente informação sobre a identificação taxonómica que normalmente se encontra distribuída por vários livros e revistas. Este guia constitui uma oportunidade de fornecer informações relativas à classificação taxonómica e descrição dos organismos planctónicos marinhos e estuarinos da costa atlântica. Todas as figuras são suportadas por descrições de identificação pormenorizadas, assim como fornecidos detalhes de identificação e descrição taxonómica das espécies, assumindo uma importância fundamental para o desenvolvimento de uma grande variedade de estudos científicos. 

Este altas, resultado da colaboração entre as Edições Afrontamento e o Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, foi criado com o intuito de "satisfazer um certo número de propósitos de natureza muito diversa, sendo o principal o de fotografar organismos zooplanctónicos no seu estado natural.". Neste altas "foram seleccionadas apenas os organismos intactos, mas nas amostras contêm normalmente uma grande quantidade de partes do corpo de uma grande diversidade de organismos como por exemplo, antenas, espinhos, peças bucais, etc.". De facto, neste altas "os organismos zooplanctónicos mais relevantes dos estuários e da costa Norte Atlântica, na sua maioria até ao nível de espécie, são identificados, descritos e fotografados detalhadamente, efectuando a sinopse da sua taxonomia.". Este altas está dividido em duas partes: na primeira é apresentada a sistemática dos principais organismos zooplanctónicos, na segunda parte é apresentado um extenso altas fotográfico das principais espécies.
Assim, este atlas visa ser "uma referência importante para o estudo das comunidades zooplanctónicas de ecossistemas das zonas costeiras".
Consideramos que guia de identificação e descrição de grupos e espécies do zooplâncton terá grande utilidade para investigadores, professores e planctonologistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário