02 setembro 2014

COMO VIVER (OU NÃO) EM 777 FRASES

Organização de: RICHARD ZENITH
Editora: QUETZAL

Um livro de autoajuda de um dos maiores autores de Língua Portuguesa de todos os tempos. Disposto em 7 secções temáticas, precedidas por 7 frases preparatórias e sucedidas por uma conclusão em 7 frases, é este um extraordinário conjunto de reflexões e conselhos úteis para lidarmos com o misterioso e nem sempre cómodo facto de existirmos. 
A Vida Vivida / A Vida Eterna / A Vida da Imaginação / A Vida Afectiva / A Vida Pensada / A Vida do Eu Inúmero / A Vida não Vivida. Todos os grandes temas tratados em pequenos trechos de uma imensa genialidade. Para ler de rajada, ou como um oráculo ou um Livro de Horas. 

Richard Zenith afirma no início deste livro que "o risco de uma colectânea de frases geniais não é tanto o de que as frases, arrancadas do contexto original, percam o seu verdadeiro sentido. No caso de Fernando Pessoa, um fingidor inveterado, podemos até duvidar de que a noção de «verdadeiro sentido» faça algum sentido. A descontextualização, usada com os devidos cuidados, é uma poderosa ferramenta para nos revelar coisas nunca antes observadas".
Com efeito, para todos os que gostam de frases marcantes, este livro é, indubitavelmente, uma inspiração preciosa.
Ler o livro num só dia é possível, mas talvez seja melhor saborear o sentido de cada frase e ler, e refletir, ao longo dos dias. E, claro, se optar por ler uma frase por dia já sabe que terá um pensamento de Pessoa consigo durante 777 dias.
Para terminar, teremos de citar uma das frases:
"Reconhecer a verdade como verdade, e ao mesmo tempo como erro; viver os contrários, não os aceitando; sentir tudo de todas as maneiras, e não ser nada, no fim, senão o entendimento de tudo - quando o homem se ergue a este píncaro, está livre, como em todos os píncaros, está só, como em todos os píncaros, está unido ao céu, a que nunca está unido, como em todos os píncaros".

Pode comprar o livro aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário