28 agosto 2014

A INSTALAÇÃO DO MEDO

Autor: RUI ZINK
Editora: TEODOLITO

Dois homens batem à porta. «Bom dia, minha senhora, viemos para instalar o medo. E, vai ver, é uma categoria».

O medo, esse malandro. É-nos apresentado por dois homens (que o vão instalar) e até temos direito à demonstração do produto. Já imaginaram? É, de facto, uma categoria.
Segundo a "Directiva nº 359/13. Portaria 8: 'Todos os lares devem ter o medo instalado num prazo de 120 dias" e para isso um dos homens explica que "não cabe só a nós instalar o medo, é preciso que também haja, da parte dos concidadãos, um estado de disponibilidade mental (eu diria mesmo moral) para aceitar o medo. É como um sinal. Não é só importante que a emissão do sinal seja forte, é também conveniente que a recepção o seja".
Com muita criatividade, Rui Zink instalou o medo. Fortemente recheado de alusões políticas e económicas (os mercados, por exemplo, são por vezes referidos), este livro carregado de medos consegue ser divertido.
E no final... surpreende, porque os maus estão onde menos se espera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário