25 março 2014

MEDICINA PALIATIVA

Autor: ALEXANDRE COTOVIO MARTINS
Editora: ESFERA DO CAOS

Partindo de uma perspectiva sociológica de análise, esta obra aborda a problemática da medicina paliativa em internamentos hospitalares.
Envolvendo trabalho empírico aprofundado e centrado no juízo dos médicos e na sua acção, introduzem-se, numa abordagem específica às temáticas da saúde, questões inovadoras, procurando compreender a uma nova luz o trabalho médico em cuidados paliativos.
Fundamental para todos os que se dedicam ao trabalho sociológico, no plano académico ou profissional, mas também para os profissionais de saúde empenhados em descortinar alguns elementos axiais das transições entre paradigmas de cuidados que entretecem os actuais quotidianos profissionais no domínio da saúde e no nosso país.

Um livro dedicado a uma área relativamente recente em Portugal que, numa primeira fase, aborda teoricamente os grandes temas e questões orientadores que organizam a análise realizada neste âmbito; dedica-se à elucidação dos problemas metodológicos e à explicitação dos elementos práticos de pesquisa; foca-se na restituição e interpretação das condições pragmáticas da ação nos cuidados paliativos e ao julgamento e ação médicas nos cuidados paliativos. Numa segunda fase, o livro explora a medicina paliativa numa perspetiva compreensiva. "Com efeito, o trabalho paliativo decorre, muitas vezes, em hospitais. Tratando-se de hospitais 'clássicos', estes são dispositivos altamente complexos de saúde, organizados no seio de um mundo cívico-industrial que os vocaciona, as mais das vezes, para a luta contra a doença. Assim, segundo os médicos dos cuidados paliativos, não estão orientandos, do ponto de vista construtivo como do ponto de vista da regulamentação e funcionamento internos, para o trabalho de cuidado a doentes terminais.". Neste sentido, lê-se também neste livro a 'crítica' feita pelos médicos dos cuidados paliativos à medicina em condições 'normais' de modernidade, principalmente quando orientada para a cura ou prevenção da doença.
O livro termina com a análise do inquérito por questionário que teve como objetivo "procurar, de modo exploratório, sondar o sentido moral dos respondentes em ordem a perceber se, face a situações caratecterísticas da acção e julgamento dos médicos nos cuidados paliativos, as suas opções morais eram congruentes com as destes profissionais.".
Uma leitura que certamente será uma ferramenta importante para todos os profissionais da saúde e estudantes que estão ligados à área dos cuidados paliativos.

Pode comprar o livro aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário