28 setembro 2013

CONSTRUÇÃO MAGAZINE [56]

Número: 56

Com dossier dedicado aos nanomateriais e à construção. Assim, são vários os artigos que pode ler nesta edição ligados a este tema, nomeadamente: "Estudo da aplicação da nanotecnologia no setor da construção: necessidades e novas oportunidades", de O. Rocha, M. Machado, A. Vieira e J. Branquinho [pág.10-13]o; "Nanocompósitos poliméricos e sua aplicação na construção", de João Silvestre, Jorge de Brito e Nuno Silvestre [pág.14-17]; "Desenvolvimento de sistemas e produtos baseados em nanomateriais cerâmicos para uma construção sustentável", de Luc Hennetier e Victor Francisco [pág.18-20]; "Nova geração de tintas para melhorar a qualidade do ar exterior", de Joana Ângelo, Luísa Andrade e Adélio Mendes [pág.22-25]; e ainda "Cidade dos futuro: a nanotecnologia enquanto veículo de conceção de infraestruturas eficientes e sustentáveis", de Vasco Teixeira, Joaquim Carneiro e Sofia Azevedo [pág.26-29].
Ainda ligado ao tema central desta edição, leia sobre o "Nanoconcrete: betão de desempenho melhorado com a incorporação de nano-partículas", por Ricardo do Carmo [pág.40].
Entre outros temas de interesse,  conheça a abordagem multidisciplinar às paredes de alvenaria da Igreja de São Torcato [pág.36-37].

Saiba como ser assinante desta revista aqui!

25 setembro 2013

CHINA 3.0 - A TERCEIRA GERAÇÃO DE POLÍTICOS

Autor: MARK LEONARD (coord.)
Editora: GRADIVA

A China não está só a mudar de líderes: está também a avançar para a fase seguinte do seu desenvolvimento. Esta colectânea única de ensaios - escritos pelos mais importantes pensadores chineses da actualidade - dá uma perspetiva sem par dos grandes debates em curso sobre o futuro do modelo de crescimento da China, do sistema político deste país e da sua política externa. Os textos aqui publicados mostram que a China se encontra no início de uma mudança tão radical como foram a revolução comunista de Mao Tsé-Tung (China 1.0) e a revolução capitalista de Deng Xiaoping (China 2.0). Chamamos a esta fase China 3.0.

Atualmente, numa fase de mudança de paradigma, a China lida sobretudo com problemas relacionados com a gestão do sucesso alcançado na era Deng, isto é, a China vive uma crise de êxito. São estes a abundância, a estabilidade e o poder - "Os feitos incríveis do passado criaram um público poderoso para cada uma das políticas (...) mas o apego a esses feitos acarreta o perigo de autodestruição".
Com esta ideia em mente, esta obra propõe-se a absorver o pensamento da elite intelectual chinesa, com a recolha das ideias essenciais que decorrem do debate entre as diferentes escolas de pensamento.
Assim, o debate em torno da Economia (fugir da armadilha da abundância), apresenta ensaios da autoria da Nova Esquerda, da Nova Direita e dos Igualitários do mundo livre. A Política (fugir da armadilha da estabilidade) é discutida por Neoconservadores, Neomaoístas e Liberais. Por fim a Política Externa (fugir da armadilha do poder) mostra os pontos de vista de Globalistas e Realistas defensivos em oposição aos Neocomunistas (nacionalistas).
O livro termina com uma reflexão sobre a importância da China para a Europa, da autoria de François Godement e Jonas Parello-Plesner. Com a premissa que a China conhece melhor o que se passa na Europa do que vice-versa, estes autores apresentam cinco conclusões a tirar dos ensaios para que a Europa possa ter um melhor desempenho na relação com a China.

Pode comprar este livro aqui!

02 setembro 2013

INVEST [104]

Revista: INVEST
Número: 104

Em 'Análise', Eduardo Henriques antecipa o regresso da economia espanhola (pág. 19); Jaime Antunes escreve sobre o crescimento da economia (pág. 23); Francisco Banha elenca medidas urgentes para o crescimento (pág. 30-31) e Mustapha Boulabrete desvenda o potencial do mercado marroquino (pág. 36).
Já em 'Grande plano' está a EnterNext, a nova subsidiária da NYSE Euronext que quer ser a porta de financiamento das PME (pág. 20-21).
Quanto a 'Negócios', conheça o alfaiate dos currículos (pág. 6-7); saiba tudo o que precisa para abrir um negócio com incubadora Open (pág. 10-11); conheça uma star-up que fatura dois milhões de euros, que emprega 60 pessoas e continua a contratar (pág. 10-11); leia o testemunho empreendedor de Sónia Neves (pág. 12-13) e saiba quais são os planos da Molaflex para criar uma fábrica em Angola (pág. 14-15).
Se ainda não sabe quanto vale o azeite leia as páginas 28 e 29 e fique a par dos novos investimentos, do aumento de produção e exportação e da criação de novos sabores que fazem do azeite um bom triunfo.

Pode ser assinante da Invest aqui!