14 agosto 2013

INDÚSTRIA E AMBIENTE [81]

Número: 81

Comece pelo editorial «Foi um ar que se lhe deu...», por António Guerreiro de Brito (pág. 2), depois leia o que Carlos Pedro Ferreira lhe tem a dizer sobre o «Ar» (pág. 4) e após a entrevista a Ton Van Harreveld (pág. 5) prepare-se para começar a ler o dossier desta edição sobre o ar, nomeadamente, sobre «Redes de qualidade do ar e a sua gestão metrológica», por Paulo Gomes (pág. 8); «Monitorização em contínuo de emissões - como garantir a qualidade dos resultados?», por Ricardo Rodrigues (pág. 11); «Acreditação de ensaios de emissões gasosas. Que rumo?», por Rosário Amaral e Bárbara Cardoso (pág. 14); «A perspetiva eurocêntrica da acreditação», por Carlos Pedro Ferreira» (pág. 16) e «Novo sistema de certificação energética - o que vai ser feito da QAI?» (pág. 19).
Tempo ainda para uma reflexão sobre «Os serviços urbanos de água num ambiente de crise e mutação: tendências e prioridades», por Sérgio Hora Lopes (pág. 22).
Na secção 'Crimes e contraordenações ambientais' Isabel Rocha aborda as «Águas residuais domésticas» (pág. 47), enquanto a secção 'Vozes ativas' levante a questão «Quais as duas prioridades que recomendaria ao recentemente nomeado Ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva?» (pág. 51).

Saiba como ser assinante desta revista aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário