21 março 2013

NOVAS REALIDADES NA GESTÃO E NA GESTÃO DA INFORMAÇÃO

Autor: JOSÉ POÇAS RASCÃO
Editora: Sílabo

O final do século passado e o início do atual provocaram mudanças que estão a desenhar, de um modo ainda não muito percetível, novas realidades e paradigmas de um futuro muito diferente da projeção do passado. Desconhecem-se as respostas adequa­das a apresentar, mas sabe-se quais as perguntas a serem colocadas e as questões a serem levantadas. As novas realidades não são as realidades às quais empresários, gestores, economistas, lideres sindicais, políticos e estudiosos dedicaram e dedicam a sua atenção e sobre as quais escrevem livros e proferem discursos. Prova disso é a profunda sensação de irrealidade que transmitem quando se ouvem os seus discursos e se lê o que escrevem. Não sendo este livro um exercício académico de futurismo , o autor procura levantar as questões, as preocupações e as controvérsias que considera pertinentes para as realidades dos próximos anos. Novas Realidades na Gestão e na Gestão da Informação, pleno de ideias sagazes e perspicazes sobre a economia, as empresas e a sociedade em geral, é um livro incisivo e provocante pelas questões que apresenta, tendências e avanços das próximas décadas que esboça e pelas dúvidas, problemas e oportunidades que coloca. Analisa os paradoxos do desenvolvimento económico, a sociedade pós-empresarial, as organizações alicerçadas na Informação, a gestão como uma função social, o conhecimento e a nova base educacional entre outros temas. De leitura recomendada para todos aqueles que procuram respostas para os desafios que vislumbram e que querem ultrapassar com êxito.

Esta obra de caráter multidisciplinar e de assinalável abrangência é reflexo do trabalho que o Prof. Doutor José Rascão tem dedicado a esta área do saber, que começa a despertar o interesse tanto para a academia como para as organizações. Entre os trabalhos que estão na génese deste livro encontram-se as obras publicadas pelo autor neste domínio como, Sistemas de Informação para as Organizações (2004) e Da Gestão Estratégica à Gestão Estratégica da Informação (2006), assim como a participação nos mais importantes eventos e publicações científicas relacionadas com o fenómeno “Informação”.

Fazendo jus ao que é apregoado em Novas Realidades na Gestão e na Gestão de Informação, os tópicos explorados neste livro estão devidamente arrumados em diversas secções, de modo a que as necessidades de informação do leitor sejam facilmente suprimidas. O mesmo será dizer que apenas precisará de ler as secções que realmente lhe interessam em determinado momento, absorvendo o conhecimento que procura de forma instantânea sem precisar de percorrer toda a obra para encontrar o conteúdo que mais lhe interessa, maximizando assim a experiência da leitura. No entanto, a leitura integral deste trabalho é de todo recomendada.

Assim, alguns dos tópicos passíveis de ser pesquisados dizem respeito à gestão em contexto de turbulência e complexidade, nomeadamente no que diz respeito à tomada de decisão, inovação e a relevância da informação para a “nova organização”, o que abre caminho para a exploração do tema da inteligência organizacional. São abordadas as dimensões éticas dos sistemas de informação, o papel do governo, a estratégia empresarial, o empreendedorismo, assim como a arquitectura da informação. Destaque, ainda, para o detalhado capítulo referente à sempre problemática questão do carácter subjetivo e objetivo da informação em que se debate, entre outros, a produção de conhecimento como valor tangível, e para o capítulo que fecha o livro dedicado à função do gestor de informação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário