26 julho 2012

DIREÇÃO E GESTÃO DA FORÇA DE VENDAS

Coordenação: ELISABETH DE MAGALHÃES SERRA
Editora: VIDA ECONÓMICA

A conjuntura económica, a evolução tecnológica e o desenvolvimento de novos produtos/serviços, exige que as empresas sustentem o seu crescimento na reformulação da sua estratégia comercial – dos tradicionais sistemas de venda (“selling oriented”) evoluam para um enfoque de natureza consultiva orientado à satisfação das necessidades dos seus mercados.
Cada vez mais competitivas e complexas, as vendas enfrentam desafios provenientes de várias frentes: (1) diferentes perfis de compra dependentes do grau de informação dos clientes; (2) uma concorrência eficiente e eficaz que responde ao mercado em tempo cada vez mais curto; (3) a indiferenciação entre produtos e serviços; (4) equipas de vendedores difíceis de gerir com objetivos nem sempre coincidentes com os da Organização; (5) as novas tecnologias que alteram sistematicamente as regras de mercado, favorecendo a desintermediação e a venda direta.
Com o lançamento deste livro o mercado passará a dispor de um manual especializado, dotado de elevado potencial de inovação e adesão à realidade empresarial.

Esta obra, coordenada por Elisabeth de Magalhães Serra, tem como motivação a Tese de Mestrado de Simão Soares Machado em Gestão da Força de Vendas, e agrega os conhecimentos de um conjunto de autores especialistas em Marketing. Desta colaboração resulta um livro que aborda várias perspectivas convergentes com a gestão de equipas de vendas.
A estrutura do livro contempla um capítulo destinado à Introdução ao Conceito e Função das Forças de Vendas, desenvolve o Paradigma da Gestão de Força de Vendas na Gestão de Marketing, com foco particular no Marketing Relacional, trata da Direção de Vendas, da Gestão e Motivação da Força de Vendas, para terminar com as Métricas de Avaliação de Desempenho. Os capítulos da obra expõem casos de estudo prático como complemento.
«Direção e Gestão da Força de Vendas» assenta numa realidade prática, na medida em que se adequa ao quotidiano empresarial, ao apoiar decisões comerciais, assim como se torna oportuno para estudantes e investigadores aprofundarem conhecimentos sobre esta temática.
O livro está ainda disponível na versão ebook.

Pode comprar o livro aqui!

25 julho 2012

INVEST [90]

Revista: INVEST
Número: 90

Dedicada ao empreendedorismo verde, a revista desafiou um grupo de 500 alunos do ensino superior e profissional a criarem soluções sustentadas para as cidades. Esta edição dá a conhecer o vencedores e como tornar os projetos realidade.
Além disso, poderá ler sobre uma oportunidade de negócio a vender sacos de gelo no Brasil; empresárias que transformam sapatos tradicionais em sapatos de luxo; uma possível ameaça à indústria tabaqueira por parte de uma empresa que pretende acabar com o vício do cigarro em 90 minutos num processo indolor.
Leia também a análise de António Henriques, CEO da CH Business Consulting sobre «Como a Destroika vai salvar-nos», a Destroika é um programa de gestão de mudança inovador que tem como objetivo salvar empresas e empregos.

Saiba como ser assinante da revista aqui!

21 julho 2012

A TRAGÉDIA DE FIDEL CASTRO

Autor: JOÃO CERQUEIRA

Há quase 50 anos, Fidel Castro espantou o mundo com a sua revolução. Mas será que El Comandante perdeu o rumo? Ter-se- á transformado no pior inimigo do seu povo?
A Tragédia de Fidel Castro é um livro simultaneamente divertido e exigente, conduzindo-nos à mente de um dos mais enigmáticos e polémicos líderes do mundo atual. A sátira e o humor inteligente — ora discreto ora descarado — prendem-nos e despertam a reflexão. A narrativa foge a quaisquer regras, propondo-se revelar a intricada mente de Fidel como nenhum outro livro o fez.
Qualquer um ficará surpreendido com os personagens que irá encontrar: Cristo, Afonso Henriques, o Grande Inquisidor, Fátima, Deus e o Diabo... , figuras simbólicas desta tragédia fantástica onde apenas Fidel Castro é real.
Entre as sátiras de Gil Vicente, Ramalho Ortigão e Fialho d’Almeida e a fantasia de Ruben A. Leitão, A Tragédia de Fidel Castro abre uma página nova na literatura portuguesa, na qual se descobre o nosso próprio país.

João Cerqueira rescreveu a História, e fê-lo com grande inspiração!
A trama tem como pano de fundo a ambição imperialista de Cuba, de Fidel Castro, e os seus desígnios de conquistar o reino de Dom Afonso Henriques, onde qualquer semelhança com o Portugal contemporâneo não é a mais pura das coincidências. Dado o mote, esta «Tragédia de Fidel Castro» está repleta de incidentes insólitos - imagine-se o cenário em que El Comandante refugiado num mosteiro isolado em solo português, incita à sublevação dos “loucos” sobre os monges e destes sobre o abade.
A narrativa de João Cerqueira deriva constantemente da ligeireza popular para a densidade intelectual, o que confere ao livro uma cadência anti- aborrecimento. Das características de escrita de João Cerqueira destaca-se, ainda, o engenho em criar trocadilhos inteligentes e um registo de descrição bastante gráfico (a intimidade de El Comandante narrada como nunca antes).
«A Tragédia de Fidel Castro» é portanto uma obra não convencional, desaconselhada a suscetíveis político-religiosos, que garante momentos de leitura com boa disposição.

O autor é licenciado e mestre em História de Arte pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e especialista na obra do artista plástico José de Guimarães, é ainda autor das obras Arte e Literatura na Guerra Civil de Espanha, A Culpa é destas Liberdades, Reflexões do Diabo e co-autor da biografia Maria Pia: Rainha e Mulher.

17 julho 2012

MICROECONOMIA - TEORIA E PRÁTICA SIMPLIFICADA


Autora: MICAELA PINHO
Editora: SÍLABO

A Microeconomia é uma área da economia que estuda a tomada de decisões racionais por parte dos agentes económicos num contexto de escassez de recursos. O seu caráter técnico confere-lhe alguma complexidade que este manual procura simplificar. A matéria compilada em cinco capítulos é exposta de uma forma sintética e pragmática em termos teóricos com recurso a representações gráficas. Os conhecimentos teóricos são depois testados num vasto conjunto de exercícios, resolvidos e propostos.
Esta obra destina-se, sobretudo, a estudantes do 1º ciclo. No entanto e, uma vez que compreende as principais temáticas abordadas em qualquer curso servirá certamente àqueles que prosseguem os estudos ao nível do 2º ciclo.

Este livro resulta da experiência da autora, Micaela Pinho, como docente de microeconomia nos últimos 15 anos, dos cursos de economia e gestão de empresas, em que se apercebeu das dificuldades que os alunos sentiam em estudar esta disciplina técnica. Desta forma, a autora previu a necessidade de editar uma compilação de caráter teórico e prático que se materializou neste trabalho.
O livro está organizado em cinco capítulos, que representam tópicos essenciais de suporte à formação de economistas e gestores, tais como, o estudo do equilíbrio do mercado (teoria dos preços), teorias do consumidor, produtor e dos custos, assim como, as estruturas do mercado.
Escrito com grande objetividade, clareza e repleto de elementos gráficos, o livro faz acompanhar os capítulos teóricos com problemas resolvidos, exercícios a resolver com as devidas soluções, para além das questões teóricas e de escolha múltipla.

Saiba como comprar este livro aqui!

12 julho 2012

INVEST [89]

Revista: INVEST
Número: 89

O emergente “cowork” é o tema em evidência nesta «Invest». Trata-se de uma tendência global que começa a marcar presença no nosso país e consiste numa partilha de espaço de trabalho, possibilitada pela evolução das tecnologias de informação e comunicação, que permite reduzir despesa. Conheça todos os pormenores relacionados com este conceito através da «Invest».
Esta edição foca, ainda, as oportunidades de negócio potenciadas pela internet. Poderá ler sobre as vantagens e desvantagens do comércio 100% na net, sobre o novo folego que a internet confere aos negócios tradicionais, nomeadamente na distribuição de peixe fresco porta-a-porta.
Na secção “Negócios” fique a par de um modelo de negócio que reside na distribuição de lanches saudáveis pelas empresas, de um projeto de investigação que visa a extração de petróleo de vegetação “inútil”, do primeiro veículo de cavalos português, entre outros.
A iniciativa “conversas improváveis” coloca frente a frente Francisco Louça e Miguel Sousa Tavares que debatem a troika, a questão do desemprego, os serviços secretos e o caso Miguel Relvas.

Saiba como assinar a revista aqui!

04 julho 2012

A ÚLTIMA PEPITA

Autor: LUCAS FIGUEIREDO
Editora: MARCADOR

Um dos períodos mais fantásticos da história de Portugal, num livro que mostra a incrível saga dos portugueses na corrida ao ouro no Brasil.
«Se pudesse escolher, Sua Majestade Fidelíssima talvez tivesse preferido passar o dia a tocar violoncelo ou a traduzir mais uma peça de Shakespeare para o português, trancado no gabinete real. Disso era o que D. Luís I gostava e fazia de melhor. Mas naquele princípio de fevereiro de 1876, a sua agenda incluía uma tarefa que ele não apreciava e que definitivamente não era a sua especialidade: governar Portugal. A missão estava longe de ser árdua, mas o seu significado era triste. D. Luís deveria vistoriar as joias da Coroa a fim de escolher algumas para serem vendidas.
Na vistoria, Sua Majestade notou um caixote e resolveu ver o que tinha dentro. Descobriu vasos, urnas e conchas e remexendo um pouco mais encontrou uma preciosidade: uma enorme pepita de ouro, do tamanho de um melão.» Esquecida durante décadas nos Tesouros Reais, a pedra retirada de solo brasileiro é o último remanescente de uma época de riqueza incalculável para o velho império lusitano. É com esta cena – insólita mas absolutamente verdadeira – que Lucas Figueiredo inicia esta brilhante investigação histórica.

Esta obra, da autoria do jornalista premiado Lucas Figueiredo, consagra uma investigação que atravessou três continentes (Europa, América do Sul e África). Todo o conteúdo assenta numa estrutura de fontes sólida, como arquivos de documentos, coleções de fontes primárias e acervos históricos, com o complemento de uma extensa bibliografia.
Consequentemente, toda a exposição é marcada pelo detalhe, sendo inúmeros os pormenores que a pesquisa de Lucas Figueiredo permitiu destacar, que em muito contribuem para a fundamentação das conclusões avançadas pelo autor. A leitura do livro é dinâmica e vai muito além da aventura da demanda pelo ouro, uma vez que todos os elementos estão relacionados e vamos lemos simultaneamente sobre o clima económico-político português e a “construção” do Brasil.
Depois de nos aguçar o apetite com a premissa inicial da descoberta da pepita de ouro por D. Luís I, a narrativa arranca em 1495 e estende-se até 1827, sendo segmentada pela Busca, Descoberta, Corrida, Decadência e o Fim, abrangendo a dinastia de Avis, a Filipina e a de Bragança.
Este livro deverá fazer parte das estantes de todos os que gostarem de relacionar a leitura de teor informativo com o entretenimento.


Saiba mais sobre o livro aqui!

02 julho 2012

RH MAGAZINE [80]


Revista: RH MAGAZINE
Número: 80

A RH Magazine preparou uma edição especial sobre as boas práticas na gestão de Recursos Humanos, divulgando as empresas que têm tido o melhor desempenho neste contexto. Para tal, aproveitou a 8ª edição do Prémio RH para dar voz aos protagonistas galardoados, que testemunham pessoalmente acerca do sucesso das políticas de gestão das organizações que representam.
Conheça, através da experiência de Artur Nunes, Managing partner da Humanpersi, as dez boas práticas internacionais da ISPI para a melhoria da performance e produtividade das organizações. De acordo com Artur Nunes este tema é essencial na discussão das soluções no contexto económico atual.
Já Luísa António, Managing partner da LA Innovative Trainer, destaca a importância de novas metodologias para a sustentabilidade nos resultados e apresenta as boas práticas de formação adaptadas ao contexto instável nacional e internacional. A autora defende que o sucesso na área da formação depende da personalização, colaboração e informalidade.
O grande entrevistado da presente edição é Rui Henriques, administrador-delegado da RHmais.
A última edição do Rock in Rio Lisboa é dada como um caso de boas práticas em virtude do exemplo que transmite na gestão de recursos humanos, ao mesmo tempo que realça a importância da cidadania ativa, empreendedorismo e voluntariado para o desenvolvimento sustentado.
Em “Prisma síntese” poderá ficar a saber a estratégia do Call Centre da Vodafone, quais as exigências da redefinição do mercado de trabalho para as empresas, e ainda, como criar um bom ambiente de trabalho em período de crise.

Saiba como pode assinar a revista aqui!

01 julho 2012

CONSTRUÇÃO MAGAZINE [49]


Número: 49

Esta edição destaca os polímeros reforçados com fibras (FRP), tendo em conta o papel determinante na reabilitação do espaço construído, focando com maior incisão a sua baixa resistência ao fogo, uma vez que esta é a questão mais problemática da aplicação de FRP em sistemas de reforço de estruturas.
Como é tradição na Construção Magazine é convidada uma personalidade para coeditor. Nesta edição essa tarefa é atribuída ao investigador da área, Professor João Ramôa Correia, do Instituto Superior Técnico.
Nos artigos especializados poderá ler sobre a avaliação de desempenho de soluções de proteção face à ação térmica para sistemas de reforço com FRP, sobre o reforço de elementos de betão armado com recurso a laminados de CRFP multidirecionais, e ainda a respeito do desenvolvimento de sistemas de proteção ao fogo para elementos de betão armado reforçados com laminados de CRFP. Para além destes, são apresentados os resultados relativos a uma campanha experimental em que se estudou o comportamento de perfis de GRFP sob a ação do fogo. A temática é complementada com artigos sobre a reabilitação sísmica de pilares de betão armado com CFRP e o reforço de vigas de betão armado com laminados de CRFP pré-esforçados.
Neste âmbito é apresentada uma entrevista a um dos maiores especialistas na matéria, o Professor Thomas Keller, que nos fala do Composite Construction Laboratory da EPFL, de projetos de investigação e na necessidade de apostar forte na inovação.

De destacar ainda o suplemento «Energuia», o Guia de Eficiência Energética nos Edifícios, que se foca nas "casas inteligentes".
Saiba como ser assinante da revista aqui!