28 janeiro 2012

CONSTRUÇÃO MAGAZINE [46]

Número: 46

Neste número dedicado à construção metálica pode ler-se sobre uma questão que causa particular preocupação na sociedade: o desenvolvimento sustentável. Saiba por que razão existe uma complexidade inerente à construção de um edifício sustentável e energeticamente eficiente e o que determina a competitividade no setor da construção.
Fique a par de tipologias e processos construtivos de pontes metálicas e mistas e saiba mais sobre a “Construção em Aço Leve”.
Leia ainda um estudo sobre a verificação da resistência ao fogo das estruturas metálicas e mistas aço-betao. A concepção e dimensionamento de edifícios em aço são também analisados nesta edição.
Em entrevista, o engenheiro e professor Mota Freitas fala sobre o seu percurso no projeto de estruturas metálicas e a forma como avalia a utilização do aço no setor da construção em Portugal.

Se quiser ser assinante desta revista clique aqui!

TECNOHOSPITAL [48]

Número: 48

A Gestão do Risco é o tema central desta edição. Nesta matéria são expostos quatro estudos, feitos por professores da Escola Nacional de Saúde Pública, médicos, enfermeiros, economistas e consultores sobre as suas experiências na gestão do risco clínico em vários estabelecimentos de saúde do país. É feito um levantamento exaustivo a questões que envolvem a segurança dos doentes, a gestão do risco clínico e a utilização de ferramentas de qualidade, sendo ainda apresentado um estudo de caso sobre o Centro Hospitalar do Porto.
O entrevistado é o Gestor do Risco Geral do IPO Porto, João Aguiar Coelho, que ajuda a definir o conceito de Gestão de Risco, descreve o modelo implementado no IPO e opina sobre o momento da saúde em Portugal e a continuação do SNS.
 Destaque ainda para o trabalho de Marta Temido, Administradora Hospitalar do IPO do Porto, onde é feita uma analise da situação dos RH da Saúde em Portugal.  As dificuldades no desenvolvimento uma maior eficiência social e financeira, a urgência de planeamento estratégico nesta área, as características do mercado de trabalho da saúde e a fragilidade nos RH da Saúde são pontos revistos pela autora.
Santos Cardoso, Administrador Hospitalar do ENSP, aborda as medidas impostas pela Troika ao governo português no que diz respeito aos fármacos e as implicações das mesmas na comercialização de medicamentos genéricos.

Saiba como pode ser assinante desta revista aqui!

27 janeiro 2012

PASSATEMPO «UMA MELODIA INESPERADA»

O blog Cita-Livros em parceria com a editora Civilização preparou um novo passatempo para os seus leitores. 
Trata-se da oferta de um exemplar do livro «Uma melodia inesperada» de Jodi Picoult.
Se quiserem participar têm de escrever uma frase que inclua as palavras «Civilização» e «Inesperada», em forma de comentário a este post. No final, não se esqueçam de colocar o vosso nome e email.
Não existe limite de comentários por pessoa.
O presente passatempo decorre até dia 10 de Fevereiro.
O vencedor será anunciado no dia 12 de Fevereiro e contactado por email de modo a indicar a morada para a qual deveremos enviar o prémio.

BOA SORTE!

26 janeiro 2012

INDUSTRIA E AMBIENTE (71)

Número: 71

O destaque desta edição é a responsabilidade ambiental, com relevância para a gestão de riscos e a antecipação de oportunidades, nomeadamente, no que diz respeito à atuação da autoridade competente, balanço das ações implementadas e perspetivas futuras, implementação da diretiva de Responsabilidade Ambiental em Portugal, entre outras.
Na entrevista a Ana Maria Couras, diretora-geral da FIOVDE (Federação das Indústrias de Óleos Vegetais, Derivados e Equiparados) é discutida a mudança de paradigma na atuação das empresas após o regime de responsabilidade ambiental de 2008.
No campo investigação, leia sobre a modelação da dispersão atmosférica na avaliação da incomodidade de odores. Neste estudo de Sara Capela e Carlos Pedro são demonstradas a relevância do uso da modelação da dispersão de odores, as principais dificuldades sentidas e enumeradas as ausências de informação nas normas vigentes. Conheça a metodologia de avaliação de odores.
Já Helena Varela e João Vaz anunciam metodologias para determinação de odores. Leia sobre a olfatometria e a avaliação da incomodidade de odores.
O espaço tecnologia debruçasse sobre a qualidade da água. GIBDEA – Gestão Integrada de Bases de Dados da Qualidade da Água tem o objetivo de minorar os custos associados à gestão diária de informação dos vários pontos de controlo de avaliação da qualidade da água. Aqui, pode saber mais sobre o Flox-QT, um coagulante/floculante de origem vegetal destinado ao tratamento de águas residual que surge como alternativa sustentável aos produtos químicos.
Leia ainda a opinião de António Gonçalves Henriques, investigador- coordenador do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, acerca da operacionalização da Responsabilidade Ambiental.

Pode tornar-se assinante da Indústria e Ambiente aqui!

25 janeiro 2012

INVEST [84]

Revista: INVEST
Número: 84

Na presente edição podemos ler sobre o CodeV, um sistema que deteta falhas de segurança de software, criado pela Dognaedis, que ganhou o prémio nacional BES Inovação e tem ganho posição no mercado mundial porque se diferencia dos produtos concorrentes ao encarar a segurança informática como um processo contínuo e holístico, fornecendo, assim, um certificado de qualidade às empresas que desenvolvem software.
Por outro lado, uma equipa de investigadores de Peniche promete revolucionar a indústria da pesca. Claúdia Correia, Mariana Duarte e Tiago Almeida apresentam uma ideia inovadora nesta área: como substituir as redes de pesca por bolhas de ar, um projeto que oferece ganhos financeiros e ecológicos.
Já a especialista de relva natural Ana Caldeira Cabral é “responsável” pelo relvado dos melhores clubes do mundo. Descrição do funcionamento da empresa Vasverde, um negócio montado de uma forma simples com resultados notáveis.
Quanto aos negócios em expansão no nosso país, de destacar o kartódromo Euroldy um investimento de 15 milhões na Batalha que é um espaço multifacetado, com corridas para automóveis e cavalos; a Garrafeira Scorpio que aposta forte numa fábrica de licores e, ainda, a Sociedade Agrícola Pinhal de Torres que disponibiliza rótulos em Braille em todos os seus vinhos e exporta para 19 países.
Fique a par de cinco inovações tecnológicas que, de acordo com a IBM, vão mudar a nossa vida até 2017. A iniciativa IBM 5 IN 5 mostra como as pessoas vão produzir energia, o adeus às passwords, a leitura da mente e o fim da exclusão digital e do lixo eletrónico.
Em entrevista, Enrique Santos, presidente da CCILE explica por que as empresas devem aproveitar o mercado transfronteiriço espanhol.
E, desta vez, saiba quais as melhores empresas do Porto e Aveiro.

Saiba como pode ser assinante da Invest aqui!

24 janeiro 2012

50 PERGUNTAS ESSENCIAIS SOBRE EMPRESAS FAMILIARES

Autor: ANTÓNIO NOGUEIRA DA COSTA; FRANCISCO NEGREIRA DEL RIO; JESUS NEGREIRA DEL RIO

As 50 perguntas são identicamente estruturadas: um cartoon, uma resposta e exemplos nacionais, ilustrativos do tema abordado, recolhidos a partir de informação pública apresentada em órgãos de comunicação tradicional ou digital, bem como dos sítios das respetivas empresas; e agrupadas em quatro grandes temáticas: Introdução à Empresa Familiar, A Empresa na Empresa Familiar, A Família na Empresa Familiar, A Propriedade na Empresa Familiar.

Resultado de vários estudos publicados no espaço Consultório da Empresa Familiar do jornal Vida Económica este livro fornece resposta a problemas que frequentemente existem nas Empresas Familiares.
Os autores, consultores especializados nesta matéria, dão a conhecer as principais especificidades das empresas familiares, como competir em iguais circunstâncias com as restantes, como criar uma unidade forte em torno da família e as etapas de evolução de uma Empresa Familiar. 
Construída com criatividade, esta publicação alia informação pertinente com uma apresentação informal. É tomada como exemplo a família Cordas, detentora da Cordas S.A., uma família divertida que ganha forma pelo talento da ilustradora Flávia Leitão.
De realçar ainda os exemplos de casos reais de empresas portuguesas (assinalados nas laterais das páginas) que ajudam a compreender as dicas dos autores. 
«50 PERGUNTAS ESSENCIAIS SOBRE EMPRESAS FAMILIARES» surge como uma valiosa ferramenta de apoio à maturação do negócio familiar e a sua consulta será do interesse de todos os envolvidos neste tipo de empresa.

Pode comprar este livro aqui!

19 janeiro 2012

REPUBLICANAS QUASE DESCONHECIDAS

Autora: FINA D`ARMADA
Editora: TEMAS E DEBATES

A nova obra da historiadora Fina D’Armada vem mostrar 33 mulheres, por 33 concelhos do país, que embora desconhecidas da história são estandartes da nossa República. Por um lado, se foi o telégrafo que espalhou a revolução, então aí participaram mulheres, pois já havia telegrafistas desde os fins do século XIX. Por outro, nas manifestações de vitória, entoou-se A Portuguesa e o Hino da Maria da Fonte e flutuaram milhares de bandeiras verde-rubras, assim como barretes frígios e fitas verdes e vermelhas nas lapelas e nos cabelos. Isso significa que as bandas e filarmónicas já haviam ensaiado os hinos da vitória e as bandeiras já haviam sido costuradas pelas mulheres, de norte a sul do país.

Especialista em História da Mulher, Fina D´Armada com este «REPUBLICANAS QUASE DESCONHECIDAS» apresenta os resultados de uma investigação sobre o papel desempenhado pelas mulheres na Implementação da República em Portugal.
Este trabalho está dividido em quatro partes, a primeira delas denominada “Novos elementos sobre republicanas” onde a autora faz uma pequena atualização à sua obra As Mulheres na Implementação da República completando a biografia de republicanas de dez concelhos. No ponto seguinte a autora junta “Republicanas novas e antigas”, aqui republicanas novas entende-se como mulheres que não constavam na obra anterior. Já a terceira parte desenvolve particularmente a questão das novas republicanas. De referir que estes três capítulos estão divididos em vários subcapítulos que especificam o papel das mulheres por região. Na quarta parte, “Cidadãs entre cidadãos”, encontram-se destacados os primeiros discursos femininos da história portuguesa, textos de mulheres sobre a vitória da república, a simbologia da república mulher e, ainda, várias curiosidades sobre estas mulheres. Com este trabalho, Fina D´Armada dá “visibilidade, rostos, às mulheres lembradas ou esquecidas pelas suas terras e suas gentes”.
O leitor fica, assim, a conhecer as mulheres “anónimas”, que do norte ao sul do país contribuíram com o seu trabalho árduo e sacrifício para o sucesso da instauração da República. Um livro com grande valor histórico, uma leitura a não perder! 

Pode comprar este livro aqui!

17 janeiro 2012

QUEM ASSIM FALOU

Autor: JOSÉ JORGE LETRIA

Há muitas maneiras de lembrar as frases da História!
Uma delas é utilizando as grandes frases que o tempo imortalizou como chave capaz de abrir a porta para o interesse pela vida das grandes personagens da política, do pensamento, da ciência e da cultura que marcaram a  evolução da Humanidade.
É isso que este livro se propõe fazer, apresentando cronologicamente declarações máximas, aforismos, comentários jocosos, afirmações solenes, reflexões filosóficas e fragmentos de discurso célebres que contribuíram para imortalizar figuras e momento da grande caminhada coletiva feita pelo ser humano até ao conturbado e incerto presente que nos é dado a viver com a inquieta perplexidade.

Todas as frases contam e fazem História! - é a conclusão  que se pode tirar após ler esta obra de José Jorge Letria. Para todas as frases citadas neste livro, e são cerca de 100, há uma “estória” associada que proporciona uma leitura global instrutiva e estimulante. O critério de seleção de frases adotado pelo autor foi bem conseguido e resulta numa grande diversidade de frases e personalidades intemporais, desde Sócrates (o grego) a Sócrates (o português), de Gandhi a Estaline, de Maria Antonieta a Anne Frank.
Um dos pontos fortes deste livro é que cada uma das citações dá azo à reflexão levando cada leitor a fazer a sua própria interpretação. O autor ajuda-nos a situar muitas das frases que usamos diariamente sem, por vezes, darmos conta do contexto em que estas foram ditas.
Este é um livro mesmo “Porreiro, pá!”.

Pode comprar este livro aqui!

06 janeiro 2012

AS GUERRAS DE NAPOLEÃO

Autor: CHARLES ESDAILE

Nenhum outro soldado provocou tanto ódio e admiração como Napoleão Bonaparte. O autoproclamado imperador francês foi um conquistador ou um libertador? Um agressor ou uma vítima? Um pecador ou um santo? O prestigiado historiador inglês Charles Esdaile repensou a figura do general francês para além das lendas e do mito, que o próprio ajudou a criar, para abrir um novo entendimento sobre esta figura, o seu caráter, as suas políticas e a sua carreira militar internacional. Não se trata apenas de uma biografia, nem da análise das campanhas napoleónicas, mas sim de um estudo mais abrangente, sobre as guerras na Europa. Da Península Ibérica à Rússia, dos Balcãs à Escandinávia, da Polónia à Turquia, o historiador conta-nos episódios militares como a entrada do exército francês em Berlim, depois das batalhas de Jena e Auestadt, relata-nos o confronto sangrento que tomou a vida a dez mil franceses na batalha de Smolensk, bem como a terrível batalha de Borodino a 7 de setembro de 1812, na caminhada até Moscovo.
A obra As Guerras de Napoleão traz-nos uma visão global e original, num só volume, das guerras que duraram doze anos e tiraram a vida a cerca de dois milhões de pessoas.

Especialista na história de Napoleão, Charles Esdaile oferece com este grande estudo uma nova perspetiva sobre uma das mais polémicas personagens da História. Este livro vem suprimir uma lacuna corrente na bibliografia e é um forte contributo para o conhecimento sobre Napoleão. Com efeito, o autor propõe-se a ir mais longe e retrata detalhadamente todos os acontecimentos que derivam das Guerras Napoleónicas, dando maior dimensão aos acontecimentos geralmente desprezados pela literatura.
Tendo em conta o caráter internacional desta obra, registe-se o esforço do autor em disponibilizar uma série de mapas e ilustrações que acompanham a evolução do espaço europeu entre 1799 e 1815, e que ajudam o leitor a contextualizar-se com os teatros de guerra descritos.
Para além disso, o autor relata de forma convincente as origens das Guerras Napoleónicas, o apogeu e queda do império, e as consequências do Congresso de Viena.
«AS GUERRAS DE NAPOLEÃO» é sem margem para dúvidas um trabalho de excelência.

Saiba mais sobre o livro aqui!