06 maio 2011

COMO ESCREVER UMA TESE, monografia ou livro científico, usando o Word


Autor: ALEXANDRE PEREIRA & CARLOS POUPA
Editora: SÍLABO

Na tarefa de redacção de uma tese são necessárias competências de carácter multidisciplinar que obrigam à consulta de uma grande diversidade de fontes. Em traços gerais, quem escreve uma tese depara com três necessidades principais:
• organizar adequadamente o documento;
• respeitar as normas de escrita em vigor;
• tirar o devido proveito do processador de texto.

Numa única obra, os autores respondem a estas necessidades desenvolvendo os seguintes temas e tópicos:
• estrutura e organização de uma tese;
• estilo de escrita de uma tese;
• dúvidas sobre a Língua Portuguesa;
• normas para efectuar citações e referências bibliográficas (norma portuguesa NP 405 e norma da APA);
• utilização do processador de texto Word para, de forma automática:
— gerar índices;
— gerir e ordenar a bibliografia;
— numerar figuras e tabelas;
— gerir referências cruzadas;
— detectar e corrigir os principais tipos de erros de escrita.

São propostas soluções e esquemas gráficos de impressão e de encadernação:
• conselhos sobre ergonomia de leitura: o tipo e tamanho de letra do texto, o comprimento das linhas, o espaçamento entre linhas;
• definição da mancha de trabalho: dimensão das margens, formato dos cabeçalhos e rodapés;
• uniformidade de critérios de estilo gráfico: aplicação a títulos, índices, legendas e notas;
• modelos de capas para teses e recomendações sobre a respectiva encadernação.

Os autores disponibilizam, na Internet, ferramentas de apoio à redacção de teses:
• para formatar referências bibliográficas;
• para criar tabelas de frequências das palavras utilizadas no texto da tese;
• para salvaguardar os textos das teses, como medida de segurança.

Recomendam ainda uma selecção de sítios na Internet, relevantes pela sua utilidade:
• acesso a mais de 2 milhões de teses de mestrado e doutoramento;
• acesso a mais de 150 milhões de artigos publicados nas mais prestigiadas revistas científicas de todas as especialidades;
• apoio à redacção da tese, nos aspectos léxicos e sintácticos da Língua Portuguesa.

O livro deve ser consultado como uma ferramenta auxiliar (não obriga a uma leitura integral ou sequencial) onde o leitor pode esclarecer dúvidas e encontrar soluções úteis. Está amplamente ilustrado de modo a proporcionar uma compreensão rápida das matérias apresentadas.

Com uma apresentação tão detalhada resta-me dizer que, efectivamente, o livro é óptimo e dá imenso jeito para trabalhos científicos. O livro é fácil de manusear e a consulta é muito prática. Se estão ou vão fazer uma tese acreditem que este livro vai ser um dos vossos melhores amigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário